segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Idiotas e papel higiênico foram feitos para serem usados

O título é uma cópia descarada de uma amiga... uma grande amiga. Quando li, muitos pensamentos vieram à minha cabeça e um deles, não sei dizer se o mais forte, foi, na verdade, uma pergunta: "Eu já fui um papel higiênico?". Não soube responder logo de cara. Fiquei pensando uns 5 minutos enquanto andava sem rumo pela casa, tentando encontrar a resposta para tal coisa. Quando consegui responder, fiquei atônita. Eu já fui papel higiênico, e não talvez um simples picote, provavelmente um rolo. Mas que merda!!! E eu limpava.
Péssimo, não? Mas foi uma fase ruim da minha vida. Fiquei servindo sem ser servida e sem ganhar nada em troca. Naquela época, pensava que estava fazendo um bem e tal... e no fim das contas, estava fazendo um bem, mas definitivamente não para mim e somente para os outros. Fiquei me imaginando e pensando em como fui otária. Mas aí veio a reviravolta.
Não sei se posso dizer se foi algo tardio ou cedo, acredito que esse tempo varia de acordo com cada tipo de papel (folha dupla, com perfume, reciclado... - esse último deve ser horrível) e também não sei qual era meu tipo, mas sei que tudo acabou quando eu me livrei de uma paixonite idiota... Se bem que não foi tão idiota assim, acredito que tenha sido algo bom, já que tomou literalmente anos da minha vida (olha o papel grudado no sapato...). Mas acabou.
Consegui mudar e tal... e hoje estou melhor. Hoje eu sei quem é o papel higiênico e sei que não sou - de jeito nenhum. E se eu for acometida por um sentimento de total escrotidão, posso escolher, na estante que contem os vários tipos de papel, algum que me sirva. Posso até sentir algo estranho no início e tal, pois provavelmente vou lembrar de mim mesma... mas quando eu estiver usando e ver o quão bom pode ser, certamente esquecerei.
Mas que monstro pode estar achando que sou!!! Mas eu avisei antes: acometida por um sentimento de escrotidão.
Mas pode ficar tranquilo... jamais usarei os amigos desse jeito... e se você for meu amigo... pode entrar no clima de tranquilidade...
Beijos