sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Maldita Doença!!!

Minha vida deu uma mudada de leve nessas últimas duas semanas... No dia 06/10 acordei com uma dor abdominal bastante incômoda do lado direito e que pra mim, eram gases, como sempre são. Tomei meu remédio de sempre, esperei a dor passar e nada. Comecei a ficar preocupada e fui pesquisar na internet - não que seja algo válido, mas é aquilo: ou você se desespera ou relaxa, dependendo da doença que encontrar - e descobri algumas coisas tensas. Logo de cara, o Google resolveu dizer que eu tinha cálculo na vesícula. Sacanagem né? Veio logo com essa pedrada! Mas ai eu aceitei a possibilidade, já vi várias pessoas passando pelo problema e sei lá né... poderia ser, e eu resolvi começar a cortar a gordura já pensando nas crises que poderia ter. Mas a dor não passou. Tomei muitos remédios, fui pro trabalho com dor mesmo, levei bronca da chefe (com razão) e eu vi que a parada tinha um pitada de seriedade. Fiz meus contatos, minha madrinha falou com a médica dela e eu logo marquei uma consulta pro dia seguinte, que foi na terça.

E a dor incomodava pra tudo! Até quando o ônibus passava num buraco na rua eu via estrelas. Nunca tive nada parecido. Fui ao trabalho mais cedo, depois fui pra médica, que após uma boa conversa e uma análise no consultório, ficou com duas suspeitas: cálculo na vesícula ou início de uma inflamação no apêndice. Fiquei pasma, atônita. Agora tinha a constatação de que era realmente algo sério. No mesmo dia, pensei em realizar os exames, mas era tarde, ficaria péssimo para voltar pra casa, então resolvi fazer tudo no dia seguinte bem cedo. Cedo mesmo.

Mal amanheceu a quarta-feira e eu fui pro Hospital São Lucas em Copacabana. Lugar de gente... DOENTE!!! Entrei com uma doença e saí com duas, pois ao longo do dia, comecei com dor de garganta e tal (que virou uma puta gripe)... Como ninguém me prometeu um mundo justo, eles não aceitavam a modalidade do meu plano e voltei pra casa. Após uma maratona no telefone, cerca de 2h pra falar com a Unimed-Rio, consegui agendamento pro mesmo dia pra realizar uma Tomografia Computadorizada. Fui ao trabalho, parei no meio do expediente e fui fazer o exame na Tijuca. O exame mesmo demora entre 15 e 25 minutos para ser realizado, mas qual não foi minha surpresa quando eu passei 4 horas dentro da clínica, esperando a realização do exame!! Fui na Pro Echo e não recomendo pra ninguém, afinal, marcar hora não significa absolutamente nada - no meu caso, meu exame estava marcado para 16:30h, cheguei 16h e só fui atendida 19:40h. Foi delicioso. Fiquei em jejum (de água e alimentos) desde 8h até a realização do exame. Imagine meu humor. Finalmente realizei o tal exame, minha veia da mão estourou (pra dar mais emoção) e tive que ficar lá até que o inchaço da minha mão diminuísse. O mais bizarro: três médicos vieram conversar comigo sobre o meu diagnóstico e eu achei que estava morrendo; e teve mais: fizeram a impressão do meu exame na hora pra eu levar "correndo" pro meu médico. Fiquei tensa DEMAIS, mas não me desesperei, afinal, se fosse uma coisa muito absurda, de intervenção cirúrgica, eles teriam me contado. Fui correndo pro shopping próximo comer e beber algo. Quanto ao meu retorno ao trabalho, não foi possível, tendo em vista o horário em que eu saí da clínica.

Acordei na quinta-feira com dores, mas com meu diagnóstico na mão! E já sabendo o que eu tinha: APENDAGITE EPIPLOICA. Nome esquisito, doença esquisita. Perguntei pra um amigo médico o que era e com toda a paciência do mundo ele me explicou que, em resumo, é uma inflamação na parede externa no intestino. Como fica no abdômen, toda vez que eu faço movimentos que envolvem a barriga/respiração,  dói. Uma merda.. Mas comecei uma batalha nova: tentativa de contato com a médica da minha madrinha. Ela é super difícil de contactar, pois trabalha muito e em muitos lugares. Enfim, médico bom é médico requisitado e sem tempo. Mas eu não podia ficar gemendo de dor a cada espirro, então, liguei pra minha médica número 02 (mas não menos importante) e marquei uma consulta. Mesmo explicando que era urgente, já que eu queria começar a tomar os remédios, não consegui encaixe e minha consulta ficou pra segunda-feira. Até lá, fiquei a base de compressas quentes no local.

Sim, passei o fim de semana na maior calma, sem muito esforço e deu tudo certo. Finalmente a segunda-feira chegara e com ela, minha consulta. Já no consultório, minha médica me deu algumas drogas e receitou outras, além da maldita compressa quente. Ela ainda me deu uma bronca básica, pois eu preciso de uma dieta rica em fibras e muita água, mas é aquilo né... disse a ela que não é muito a minha praia. Mas vai ter de ser... enfim, me foram recomendadas mudanças na alimentação - que já estão sendo implantadas - e o acompanhamento de um gastro, além do dela, por um mês ou até quando ele quiser. O médico me foi indicado por ela e eu achei muito bom. Já providenciei uma consulta.

Hoje, meus remédios já acabaram e devo dizer: não sinto absolutamente mais nada. Me sinto bem mesmo, pronta pra retornar às minhas atividades esportivas. Devo ir ao médico somente pra dar aquela revisada, pra pedir a liberação mesmo... mas eu me sinto bem pra fazer as coisas. Antes eu realmente não me sentia bem... agora é cair matando nos exercícios, na água e na louca alimentação com fibras. Tô na luta, pq vem pitangas rolando por ladeira abaixo por ai (to mega arrasada)...

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

[Gordinha's Facts] Cumprindo Promessas

Em vários post anteriores, eu citei planos que eu sempre fiz e nunca tirei do papel... ou projetos que iniciei e nunca terminei, nunca levei pra frente. Me lembro que, quando contei para algumas pessoas que estava me mudando, muitas me disseram que minha vida mudaria significativamente para melhor, que minha vida finalmente andaria "pra frente". Concordo.

Ah, antes... mesmo sem me matar nos exercícios e tal, venho feliz em dizer que não engordei uma grama pro casamento da minha amiga (lembra do casamento em que fui madrinha???), e o vestido ficou intacto em questões de ajustes!!! - não levei muito a sério minha alimentação, mas acho que já melhorei bastante nisso (se compararmos com o que era antes)... Não consegui zerar os carboidratos durante a semana... meu corpo sente mesmo a falta deles. Claro que não mergulho loucamente neles, mas cortar definitivamente, não rola! Meu "Diário da Boa Forma" não deu muito certo também... coloquei ele na estante e lá ele ficou, aguardando atualizações e acumulando muita poeira. Eu disse não ser tão disciplinada pra essas coisas.

Mas estou aqui pra falar sobre coisas que experimentei, sobre projetos que resolvi tirar do papel e um deles foi a natação! Caramba!!! Estou nadando! Entrei pra natação no meio de setembro, frequento quase todos os dias e tem sido ótimo... se encaixou perfeitamente no meu horário (apertadíssimo) da faculdade e trabalho. Minha professora é uma fofa e eu realmente estou aprendendo a nadar, que era mesmo o meu objetivo. Faço 3x na semana e se pudesse, faria mais. Estou realmente curtindo. Pra te falar que a parada está séria, até em dia de chuva eu fui, não perdi um treino (exceto durante minha doença, que eu conto em outro post). To curtindo! Natação: OK!

Mais uma coisa que não morreu no projeto, foi o Pole Dance. Depois de muito pesquisar, fazer as contas e conversar por aí, entrei na Up Dance Studio - Unidade Centro no meio de setembro também e tenho adorado as aulas. Consegui um horário na parte da manhã, que calhou com o fato de eu não ter aula alguma, então... me joguei. Minha turma é pequena, do jeito que eu queria que fosse (nada de muita exposição da minha figura!!! hahahaha) e minha professora não poderia ter nome melhor: o meu. Hahahahaha.
Super exigente, faz umas aulas tensas, pra gente sair cansada mesmo, com a memória dos movimentos "marcados no corpo", daquele tipo em que as dores serão sentidas no dia seguinte, por mais que se tenha alongado. Eu estou simplesmente amando. Tanto, que já pesquisei minha barra, já medi meu quarto, já cotei o preço do tatame... empolgadíssima. A única coisa que ainda não entrei na vibe de pesquisar foi o espelho. Não me sinto interessante quando me olho no espelho, mesmo que seja pra perceber/corrigir os movimentos ou qualquer outra coisa, mas sei que é importante, então vou trabalhar isso. Estou completamente envolvida na atividade, bem feliz mesmo. E a turma unida ajuda muito. Pole Dance: OK!

Mas não parei por aí, com relação as atividades físicas. Tenho feito, mesmo que pouquíssimo, JUMP em casa. Isso mesmo: JUMP. Aquele exercício que precisa da cama elástica individual... ah sim, eu comprei uma pra mim. Peguei alguns vídeos com as meninas do trabalho e curti a vibe. Faço na sala, quando eu tenho tempo mesmo e quando estou com saco pra chegar em casa, trocar de roupa e me movimentar (quando não tenho que estudar). Faço na sala tranquila, despreocupada. Eu gosto, mas é aquilo: queria ter mais tempo. Além do jump, ensaiei iniciar um projeto de exercícios mega master famoso nos EUA e que se popularizou por aqui, o Insanity Workout. Logo quando acabei de baixar todos os vídeos, o mesmo idealizador do programa lançou mais um, o Phocus T25, um programa de rápida execução diária, próprio pra quem não tem tempo pra nada. Instantaneamente abandonei o Insanity, que durava em média 45 min/dia para ensaiar o T25, com 25 min/dia. Comecei fazendo na primeira semana, mas desanimei quando meu namorado voltou de viagem e não peguei mais. To querendo voltar, manter o foco, ver se rolam mesmo os resultados.

E por fim... meu amado Muay Thai está em segundo plano. Eu adoro, mas eu tinha que experimentar outras coisas e não tive como priorizar a luta. Mas agora, com minhas atividades definidas, estou ensaiando minha volta ao tatame. Com cautela, afinal, tem toda uma questão de tempo, preço... e eu quero começar a fazer e não parar logo, quero fazer e continuar, assim como eu planejei o Pole e a Natação. Quero mesmo dar continuidade aos projetos. Mas acima de tudo, quero emagrecer!!! Acabei de constatar uma coisa péssima, mas vou deixar pra chorar as pitangas numa próxima oportunidade.

Mas poxa... eu cumpri algumas coisas... e posso dizer que estou cumprindo bem! Agora é manter o foco, a força e a fé!

sábado, 19 de outubro de 2013

Fusão Feita - Agora é dois em um

A transição foi feita e nem foi tããããão difícil assim...
Coloquei uma tag sobre o que tinha no outro post, chamada de "Gordinha's Facts", no título e no final do post, pra ficar bem fácil. Basicamente, o que eu falar sobre dietas e tentativas - frustradas ou não - de emagrecimento eu colocarei nesta tag.

A parte mais difícil mesmo foi encerrar definitivamente o outro blog, mas não hesitei e fiz. Agora é me concentrar neste, sempre. E tentar escrever mais né... Não me conformo comigo mesma, tendo "n" dispositivos pra conectar a internet e não posto uma linha sequer. Acabei de comentar com uma amiga que me falta vergonha na cara. EU SEI QUE FALTA.

Então, a fusão foi feita com sucesso, eu acho que ficou bacana, limpa... e agora só depende de mim! Vou tentar ao menos um post por semana (longe do que eu realmente queria) e olha que tem acontecido tanta coisa na minha vida, que dá pra escrever todos os dias, sem exageros. Se eu fizesse um diário certinho, teria texto todos os dias.

Mas amanhã essa saga começa... vou tirar sempre uma horinha do meu dia pra escrever...
Vamos nessa?

Beijos